06 março 2011

★ Pra que amor? ★




Se sempre que amamos damos tudo e mais um pouco pra sempre agradar, mas sempre irritamos, se sempre que amamos achamos que tudo vai indo muito bem estamos é no fundo do poço, se sempre que amamos por mais que seja incondicionalmente esquecemos nossos amigos, damos menos risadas, não prestamos atenção em mais nada, queremos somente amar, amar e amar, se torna um vicio como qualquer outro, e precisa de tratamento, então porque as pessoas não evitam amar? Porque amar é algo tão comum, constante e intenso? Porque as pessoas insistem que esse ato tão viciante e maligno pode fazer bem a alguém? Por quê???, Porque mesmo depois de chorar rios de lagrimas, quase morrer afogado no poço que você mesmo cavou e encheu as pessoas ainda amam? Será porque é um sentimento incondicional? Ou será por que ninguém percebe? Deve ser porque ninguém hoje sabe amar. Amar poderia ser belo, puro e honesto, mas o mundo se moderniza e o que antes era amor hoje não existe mais, o que deveria ser eterno termina antes mesmo de começar. O que parecia ser invencível é derrotado... fica quebrado e partido, acaba virando lixo. o abandono se torna mais presente, então porque? Se a amizade é um ato tão perfeito e pode substituir o amor, porque somos tão falsos? Porque temos esse retardamento de não entender o que faz bem e o que faz mal e não trocar o que tanto nos torna frágeis por algo que nos faz tão bem? Se conseguimos viver em plena sociedade violenta, miserável, porque não conseguimos viver sem o amor? e depois disso continuo com a mesma pergunta do inicio... pra que amor???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*EVITEM ficar SOMENTE divulgando o blog de vocês... publiquem em PARCERIAS
*sigo TODOS os blogs então não se preocupem
*leio todos os comentários e respondo sempre que posso
*não me marquem em tags por favor, porque eu só posto textos no blog e tags atrapalham com a organização dele
*agradeço se você seguir o blog
*sem xingamentos... se não gostou do blog, me informe e eu farei o que puder para melhorar

Att. Thayna Farias